A história do Lobo Bom

Aprendendo com o Lobo Bom

Através da magia do conto de fadas é possível proporcionar às crianças o acesso ao mundo adulto, por meio do encanto e do envolvimento que lhes permite interagir com a A história do Lobo Bom.

Para compreender e se apropriar dos conhecimentos construídos nesta A história do Lobo Bom a criança deve vivenciá-los e resignificá-los, colocando em prática e transportando-os para suas vivências.


Atividades de leitura, Chapeuzinho Vermelho, Contos de fadas, Textos,


CHAPEUZINHO VERMELHO E O INCRÍVEL LOBO BOM


Era uma vez uma menina chamada Chapeuzinho Vermelho. Todos a chamavam por esse apelido porque usava uma bonita capinha vermelha com capuz feita por sua avó.

Chapeuzinho era uma menina muito feliz.

Vivia conversando com os passarinhos e cuidava da natureza com muito carinho.

Todos a amavam por sua alegria e generosidade.

Um dia, sua mãe a chamou e disse a mesma coisa que você escuta cada vez que esta história é contada:

_ Filhinha, preparei uma cestinha com doces deliciosos e você deve levá-los para sua avózinha que está muito doente.

A mamãe recomendou à menina que não parasse no caminho nem conversasse com estranhos, mas que fosse direto para casa da vovó.

Lá se foi a Chapeuzinho Vermelho cantando a mesma canção de sempre:

_ Pela estrada afora eu vou bem sozinha, levar esses doces para vovozinha. Ela mora longe e o caminho é deserto e o Lobo Mau passeia aqui por perto..

O Lobo ouvindo essas últimas palavras, ficou muito triste e assim falou:


_ Olá boa criança! Aonde vai debaixo desse sol tão quente?
Chapeuzinho, muito espantada respondeu:

_ Que susto o senhor me deu! Minha mãe recomendou para que eu não conversasse com estranhos, pois é muito perigoso, e o Lobo Mau continua por aí.

O lobo respondeu:
_ Sua mãe tem toda razão, mas hoje eu sou um velho e sábio lobo. 

Quando eu era jovem, um caçador me ensinou que quem faz maldades acaba se dando mal. 

Desse dia em diante, eu aprendi a lição e ensino aos meus netinhos. Mas pra onde você está indo, Chapeuzinho?

_ Eu vou levar esses doces para minha avó que está doente.

_ É por iso que sua vovó não sara. 

Os doces devem ficar para sobremesa.

 As pessoas doentes devem comer alimentos saudáveis para terem boa saúde, e as pessoas que não estão doentes, também, para não adoecerem. 

Comendo apenas doces a vovó não vai sarar nunca. Você sabe quais são os alimentos saudáveis?

 As crianças que estão ouvindo essa história podem ajudá-la a lembrar (Nesse momento, faça que as crianças interajam com a história, mencionando os alimentos importantes para a saúde).

Os dois continuaram conversando e asim o lobo falou:

_ Volte para casa e peça pra mamãe colocar na cestinha alimentos pra uma refeição saudável e, depois disso, sua avózinha vai sarar.

Chapeuzinho Vermelho seguiu os conselhos do velho e sábio lobo e seguiu para casa da vovó cantando essa nova canção, que era assim:

_ Pela estrada afora eu vou bem sozinha, levar bons alimentos para a vovozinha, Ela mora longe e o caminho é deserto e o Lobo Bom passeia aqui por perto.

O lobo ouvindo essa música diferente, também cantou feliz:
_ Eu sou um lobo sábio, com educação, ensino a fazer boa alimentação.

Chegando à casa da vovó, a netinha a encontrou muito fraquinha. Também pudera! Tantos anos só comendo doces!

Além de fraquinha os dentinhos estavam todos cheios de cáries. 

Então a netinha explicou direitinho para sua avó como as pessoas devem se alimentar. Explicou-lhe, também, que é importante fazer suas refeições nas horas certas e não desperdiçar comida. 

Deve deixar os deliciosos doces para a sobremesa e que não pode esquecer de escovar os dentes após cada refeição.

No final da história, a vovó sarou, foi ao dentista e tratou os dentinhos cariados e ficou com um sorriso encantador.

Todos da familia foram à floresta agradecer ao velho e sábio lobo pelos bons conselhos.
A história do Lobo Bom A história do Lobo Bom Reviewed by Dani danika on 24 novembro Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.